sexta-feira, maio 12, 2006

A Moção de Mendes #10

Marques Mendes sugere que «seja aprovado um código de ética e de conduta, aplicável aos deputados e aos governantes, que à semelhança do que ocorre em democracias mais maduras constitua uma referência de boas práticas prestigiando e dignificando o próprio exercício de funções no Estado»

Não podia estar mais de acordo. Mas, já agora, fica uma perguntinha: será que este Código de Ética e Conduta é para se aplicar também à Madeira, onde, segundo o Público de ontem (vd. tb aqui),

- vigora um regime de incompatibilidades dos Deputados Regionais altamente permissivo e sem qualquer comparação com o vigente na Assembleia da República e na Assembleia Legislativa Regional dos Açores? De tal forma que, como aqui se denuncia, se aplicado à Madeira o regime em vigor no Continente, a grande maioria dos Deputados Regionais do PSD seriam considerados incompatíveis, devido às ocupações (muitas delas ligadas ao poder laranja da região) que exercem...

- um projecto de novo regime de incompatibilidades preparado pelo Prof. Jorge Miranda continua na gaveta há 3 legislaturas, ie, há cerca de 10 anos!? Projecto esse onde se previa a criação de uma comissão de ética e de um registo de interesses, há muito existentes no Parlamento nacional, mas totalmente desconhecidos na RAMadeira?

- e, finalmente, onde não se aplica - por teimosia e temor do PSD ao Alberto João - o regime de limitação de mandatos aprovado pelo Parlamento no ano passado?

Quererá o dr. MM fazer da Madeira uma «referência de boas práticas» democráticas, ou nem por isso???

Comments:
Marques Mendes diz tudo e o seu contrário. É um verdadeiro artista...
 
Oh Abel, com franqueza! O Sr. Mendes foi a muleta (presidente da asssembleia municipal) do Isaltino uns 10 anos e nunca viu nada a não ser um chorudo ordenado como administrador da Universidade Atlântica e queria você que ele soubesse o que se passa lá tão longe com o AtLãntico pelo meio ??????
 
O Luisinho é pequenino mas não é dançarino.
 
Ele não pode falar que o Alberto João dá-lhe um safanão e põe-no em sentido.
 
O Mendes é só para a travessia do deserto. Depois mandam-no para a creche.
 
Não batas mais no ceguinho, que o Cavaco quando lhe apetecer dá-lhe um sopro e Ganda Nóia regressa a Fafe num foguete.
 
"Quererá o dr. MM fazer da Madeira uma «referência de boas práticas» democráticas, ou nem por isso???"

O que o dr. MM queria era ganhar uns centímetros para depois começar a fazer oposição. Até lá vai tomando umas vitaminas para ver se estica.
 
Caríssimo Abel Moniz, desculpe que lhe diga, mas nesse até eu batia. Assim não vale. Arranje adversários à sua altura.
 
Enviar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?